A curto prazo (2 anos)

1. Melhorar a prestação dos cuidados a crianças e adolescentes obesos em Portugal continental e ilhas

2. Congregar num único grupo de trabalho todos os pediatras ou internos de pediatria interessados e que trabalhem em obesidade

3. Elaborar um protocolo nacional de avaliação, seguimento e abordagem terapêutica

4. Definir marcadores / critérios de vigilância

5. Criar uma base de dados nacional (vigilância da doença e das comorbilidades) (plataforma dinâmica - CINTESIS)

6. Desenvolver de uma forma integrada e multicêntrica estudos clínicos e epidemiológicos

7. Promover a partilha de conhecimento

8. Promover a formação e informação a profissionais

A médio - longo prazo (5 ou mais anos)

1. Analisar, com periodicidade de 2 anos, a evolução da realidade e comunicar às entidades científicas e governamentais

2. Criar uma plataforma de dados dinâmica, de âmbito nacional, suportada no CINTESIS

3. Desenvolver de uma forma integrada e multicêntrica estudos clínicos e epidemiológicos

4. Promover a formação e informação a profissionais

5. Promover a criação de um observatório europeu integrando outros países com representação na ECOG

Apoio: logonestle